25 de fevereiro de 2013

Artur Freire

Artur Freire foi um dos principais jogadores que vestiram a camisola do Futebol Clube do Porto durante a década de 1920.
Jogador feito nas escolas do clube, Artur Freire estreou-se na equipa principal dos Dragões no dia 17 de Junho de 1923, num jogo a contar para o Campeonato de Portugal da temporada de 1922/23 em que o F.C. Porto defrontou o Sporting C.P. em Coimbra, tendo os lisboetas vencida a partida das meias-finais por 3-0.
Mais fundamental foi a sua contribuição para a conquista do Campeonato da temporada de 1924/25, conquistado em Viana do Castelo, no campo de Monserrate e depois de uma vitória por 2-1 sobre o Sporting C.P.
esteve durante cinco temporadas ao serviço do F.C. Porto e também conquistou por cinco vezes o Campeonato do Porto.
Depois de deixar o futebol dedicou-se à carreira de Professor primário. Mais tarde foi ainda jornalista e chegou mesmo a redactor do Jornal de Noticias.

Palmarés
1 Campeonato de Portugal
5 Campeonatos do Porto

18 de fevereiro de 2013

Taça José Monteiro da Costa

A Taça José Monteiro da Costa foi a primeira competição que o Futebol Clube do Porto venceu.
Foi na temporada de 1910/11, que um pequeno grupo de sócios do F.C. Porto resolveram levar por diante a ideia de homenagear o então presidente portista, com o seu nome a ser atribuído ao troféu que iria premiar o vencedor do Campeonato do Norte.
A taça, que foi concebida pela firma portuense Monteiro & Filhos, que era em prata e que teve um custo de sessenta escudos, só iria ser atribuída ao clube que vencesse a competição por três vezes.
Com as vitórias no Campeonato do Norte de 1914, 1915 e 1916, o F.C. Porto conseguiu conquistar o belo troféu.
Os Dragões já tinham vencido as edições de 1911, 1912 e estavam bem encaminhados para em 1913 levarem para casa o troféu, mas a vitória da Académica de Coimbra acabou por adiar por mais alguns anos a conquista da taça.
A Taça José Monteiro da Costa, que era disputada por: F.C. Porto, Académica Coimbra, Boavista F.C., Leixões S.C. e Académico F.C., teve a ultima edição em 1916.
José Monteiro da Costa, infelizmente já não viu o seu clube do coração vencer o troféu que levava o seu nome, já que faleceu, devido a doença, no dia 30 de Janeiro de 1911, poucos dias antes do início da competição.

4 de fevereiro de 2013

Floriano Pereira

Floriano Pereira foi um dos principais futebolistas que representou o Futebol Clube do Porto no início da sua existência.
Na década de 1910 ajudou a conquistar a Taça José Monteiro da Costa, o Campeonato do Norte, Campeonato do Porto e ainda algumas Taças, como a da Associação de Futebol do Porto, Taça de Honra, Taça Jornalistas Sportivos e Taça Salão Sport.
Em 1920, no dia 4 de abril, alinhou na equipa que em Lisboa derrotou pela primeira vez o S.L. Benfica, por 3-2. Com golos de Alexandre Cal e Joaquim Reis.
Fez parte do plantel portista que venceu o primeiro Campeonato de Portugal organizado no país na temporada de 1921/22.
Na época de 1924/25, quando era já capitão de equipa, voltou a ajudar os Dragões a repetir o triunfo no campeonato português.
Floriano Pereira, tal como Vidal Pinheiro e o escocês Harrison, foram os três jogadores portistas chamados para a Iª Grande Guerra. Dos três, apenas Floriano Pereira e Harrison tiveram a sorte de regressarem. Vidal Pinheiro não teve a mesma sorte e perdeu a vida no massacre que as tropas portuguesas sofreram na noite do dia 8 para 9 de abril de 1918.

Palmarés
2 Campeonatos de Portugal
9 Campeonatos do Porto
2 Taças Associação de Futebol do Porto