27 de junho de 2016

Alex Sandro

Alex Sandro Lobo Silva nasceu no dia 26 de Janeiro de 1991 em Catanduva, um município do interior do estado de São Paulo; Brasil.
Ainda criança entrou para as escolas do C.A. Paranaense, onde passou por todos os escalões de formação até que em 2008 integrou o plantel principal do clube de Curitiba, emblema que defendeu ainda em 2009 e onde venceu o Campeonato Paranaense desse mesmo ano. Em 2010 transferiu-se para o Santos F.C., no clube apelidado de peixe permaneceu dois anos e conquistou o Campeonato Paulista de 2010 e 2011, venceu a Copa do Brasil de 2010 e ainda ajudou a conquistar a Taça dos Libertadores da América de 2011. Por essa altura era um dos jogadores mais influentes do Santos F.C. e era chamado constantemente a Selecção do Brasil de sub-20 que ganhou o Campeonato Sul-Americano em 2011.
Em Julho de 2011 ingressou no Futebol Clube do Porto.
A estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 15 de Outubro de 2011 quando o F.C. Porto visitou e venceu o C.A. Pêro Pinheiro por 8-0, numa partida a contar para a 3ª eliminatória da Taça de Portugal de 2011/12. Já o primeiro golo que marcou pelo F.C. Porto foi a 16 de Março de 2012 quando os portistas foram à Madeira vencer o C.D. Nacional por 2-0, um jogo referente à 23ª jornada do Campeonato Nacional de 1011/12.
Nas quatro temporadas que esteve ao serviço dos Dragões, Alex Sandro disputou 137 partidas oficiais, com a particularidade e de ainda ter participado no jogo inaugural do Campeonato Nacional de 2015/16, tendo apontado três golos.
Por duas vezes conquistou a Supertaça Cândido de Oliveira (2011/12 e 2012/13) e por duas vezes sagrou-se Campeão Nacional (2011/12 e 2012/13).
As boas exibições que sempre fez com a camisola azul e branca foram despertando a cobiça dos grandes clubes europeus e foi sem surpresa que em Agosto de 2015 foi contratado pelos italianos da Juventus F.C.. No clube de Turim sagrou-se campeão italiano e venceu a Taça de Itália em 2015/16.

Palmarés
1 Taça Libertadores da America
2 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
1 Campeonato de Itália
1 Campeonato Paranaense
1 Campeonato Paulista
1 Copa do Brasil
1 Campeonato Sul-Americano
1 Taça de Itália

20 de junho de 2016

Joaquim Jorge

Joaquim António Jorge nasceu no dia 18 de Fevereiro de 1939 em Maputo, Moçambique.
O primeiro clube que representou a nível profissional foi o S.C. Beira, da cidade moçambicana da Beira. No clube da capital da província de Sofala, Joaquim Jorge esteve quatro temporadas, entre 1959 e 1962.
No início da época de 1962/63 chegou a Portugal para ingressar no Futebol Clube do Porto.
A estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no jogo da 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1962/63, em que o F.C. Porto recebeu e venceu na Estádio das Antas o C.D. Feirense por 3-1.
Joaquim Jorge esteve ao serviço dos portistas três temporadas, saindo no final da época de 1964/65. Efectuou 72 partidas oficiais e ajudou a conquistar por três vezes a Taça Associação de Futebol do Porto.
Ficou na história do F.C. Porto por ter sido um dos titulares da equipa que obteve a primeira vitória em jogos das competições europeias, ao vencer os franceses do Olympique de Lyon no Estádio das Antas por 3-0, na partida da 1ª mão da 1ª eliminatória da Taça dos Vencedores das Taças na temporada de 1964/65.
Já antes tinha marcado presença na equipa que recebeu no Estádio das Antas os espanhóis do Athletic Club Bilbao no dia 1 de Setembro de 1962, uma partida ganha pelos portistas por 2-1 e que serviu para inaugurar o sistema eléctrico do estádio dos Dragões.
Em 1965/66 transferiu-se para o V. Guimarães, tendo permanecido no clube vimaranense por sete temporadas e onde formou com Manuel Pinto (irmão de Custódio Pinto) uma das melhores duplas de centrais do emblema minhoto.
Na época de 1972/73 ingressou no U.D. Oliveirense e na temporada seguinte rumou ao F.C. Penafiel, para em 1974/75 se mudar para o U.S. Clube Paredes onde jogou até ao final da época de 1975/76, altura em que deixou a carreira de futebolista.
Faleceu no dia 14 de Setembro de 2014.

Palmarés
3 Taças Associação de Futebol do Porto

6 de junho de 2016

Farrapa

Joaquim Reis (Farrapa), foi um dos primeiros futebolistas da história do Futebol Clube do Porto.
Conhecido por “Farrapa”, Joaquim Reis foi a par de Ivo Lemos, Camilo Moniz, José Bacelar, entre outros, um dos melhores jogadores que nos primeiros anos da história vestiram a camisola dos Dragões.
Esteve durante muitos anos ao serviço do F.C. Porto ajudando a conquistar vá rios Campeonatos do Porto assim como algumas edições da Taça Associação de Futebol do Porto, sem esquecer a Taça José Monteiro da Costa.
Para além de todas essas conquistas, Farrapa viveu grandes momentos enquanto jogador do F.C. Porto, tal como em Março de 1912 quando os portistas receberam e venceram o Real Fortuna de Vigo no Campo da Rainha, no que terá sido a primeira vitória internacional do F.C. Porto. Ainda em 1912 mas em Outubro, os Dragões vencem pela primeira vez em Lisboa ao derrotar por 3-2 o Club Internacional de Foot-Ball. Já no início de 1913 foi o Torneio de Inauguração do Campo da Constituição.
Farrapa vestiu a camisola azul e branca até 1917.
Ingressou depois no S.C. Salgueiros onde também foi um elemento de destaque e foi no clube de Paranhos que terminou a sua aventura de futebolista.

Palmarés
4 Campeonatos do Porto
2 Taças Associação de Futebol do Porto