29 de agosto de 2016

Belluschi

Fernando Daniel Belluschi nasceu no dia 10 de Setembro de 1983 em Los Quirquinchos na província de Santa Fé, Argentina.
Começou a sua carreira de futebolista no C.A. Newell´s Old Boys em 2002/03, manteve-se no clube de Santa Fé durante quatro temporadas onde venceu o Campeonato Apertura de 2004.
Em 2006 foi contratado pelo C.A. River Plate. No histórico clube de Buenos Aires esteve duas temporadas e conquistou o Campeonato Apertura de 2007 e destacou-se ao ser um dos melhores jogadores da equipa treinada por Diego Simeone, que contava ainda com Radamel Falcao.
Em Janeiro de 2008 ingressou no Olympiakos S.F.P. No clube grego esteve um ano e meio e venceu por duas vezes o campeonato grego.
Na época de 2009/10 ingressou no Futebol Clube do Porto.
A estreia pelos Dragões não podia ter sido melhor já que venceu a Supertaça Cândido de Oliveira, em Aveiro, onde os portistas derrotaram o F.C. Paços de Ferreira por 2-0, no dia 9 de Agosto de 2009.
Belluschi vestiu a camisola azul e branca durante duas épocas e meia, nesse período disputou 87 partidas oficiais e apontou 8 golos.
Ajudou o F.C. Porto a conquistar por três vezes a Supertaça Cândido de Oliveira, venceu por duas vezes a Taça de Portugal, sagrou-se por duas vezes Campeão Nacional e ganhou a Liga Europa em 2010/11, numa final europeia que entrou para a história do futebol português já que foi disputada entre dois clubes nacionais, F.C. Porto e S.C. Braga.
Em Janeiro de 2012 foi emprestado ao Génova C.F.C. onde se manteve até ao final da época de 2011/12. Na temporada seguinte transferiu-se em definitivo para os turcos do Bursaspor K.D. Em 2015 rumou ao México para jogar no C.D. Cruz Azul. No ano seguinte regressou à Argentina para vestir a camisola do C.A. San Lorenzo.

Palmarés
1 Liga Europa
2 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
2 Campeonatos da Grécia
2 Campeonatos Apertura da Argentina
3 Taças de Portugal
2 Supertaças Cândido de Oliveira

22 de agosto de 2016

Mac Kechnie

Mac Kechnie foi um dos primeiros futebolistas da história do Futebol Clube do Porto.
De origem britânica, teve destaque no seio do clube por ser um dos jogadores que esteve presente desde os primeiros dias da história dos Dragões, em 1893 e que depois ainda jogou na equipa de 1906.
Mac Kechnie foi um dos titulares na partida que opôs o F.C. Porto contra o Football Club Lisbonense, disputado no dia 2 de Março de 1894 no recinto do Oporto Cricket and Law-Tennis Club, no Campo Alegre e onde os lisboetas venceram por 1-0 e levaram para a capital portuguesa a taça D. Carlos I, um trofeu patrocinado pelo Rei de Portugal que marcou presença no jogo, assim como a Rainha D. Amélia e os principes.
Mac Kechnie ainda participou em algumas partidas depois da re-fundação dos portistas, em 1906, e acabou por terminar a carreira de futebolista pouco tempo depois.

8 de agosto de 2016

José Lino Moreira

José Lino Moreira foi um futebolista que passou pelo Futebol Clube do Porto no final da década de 40.
Filho de António Lino Moreira (guarda-redes da equipa portista que venceu o Campeonato de Portugal em 1921/22, assim como vários Campeonatos do Porto), José Lino vestiu a camisola dos Dragões durante as temporadas de 1948/49 e 1949/50.
A estreia teve lugar no Campo da Constituição no dia 19 de Setembro de 1948, quando o F.C. Porto recebeu e venceu o Elvas C.A.D. por 3-1, uma partida a contar para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1948/49.
Nas duas temporadas em que José Lino esteve ao serviço dos portistas, disputou 16 partidas oficiais e marcou 4 golos.
Apesar de não ter vencido nenhum título oficial, José Lino marcou presença na digressão a Angola que os Dragões fizeram no verão de 1949. Uma digressão que englobou a disputa de dez partidas contra várias equipas angolanas em Benguela, Leopoldeville, Lobito, Luanda, Nova Lisboa e Sá da Bandeira. Uma viagem que estava destinada a ser feita de avião mas que acabou por se fazer de barco, no paquete Império. Os portistas venceram todos os jogos e foram presenteados com o Troféu Salvador Correia de Sá, uma homenagem feita pelo F.C. Luanda.
No final da temporada de 1949/50 José Lino Moreira deixou o F.C. Porto.

1 de agosto de 2016

Elói

Francisco Chagas Eloia (Elói) nasceu no dia 17 de Fevereiro de 1955 em Adralina no estado de São Paulo, Brasil.
Começou a sua carreira no Associação Portuguesa dos Desportos em 1976, depois passou por vários clubes brasileiros, como o C.A. Juventus, A.A. Inter de Limeira, Santos F.C., Cruzeiro E.C., America F.C. e C.R. Vasco da Gama. Em 1983/84 viajou pela primeira vez para a Europa, com destino a Itália para representar o Génova C.F.C., no clube italiano esteve duas temporadas e em 1985 voltou ao Brasil onde foi vestir a camisola do Botafogo F.R.
No início da temporada de 1985/86 voltou à Europa para ingressar no Futebol Clube do Porto.
A estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 24 de Novembro de 1985 no Algarve, quando os portistas foram defrontar o Portimonense S.C. numa partida a contar para o Campeonato Nacional de 1985/86.
Elói esteve duas épocas ao serviço do F.C. Porto onde disputou 28 jogos e marcou 12 golos, com alguns bem importantes e que valeram vitórias, como aconteceu na partida da 20ª jornada do Campeonato Nacional de 1985/86, com Elói a apontar os dois golos da vitória dos Dragões sobre o G.D. Chaves em terras flavienses.
Jogador com uma técnica acima da média, sagrou-se Campeão Nacional em 1985/86, venceu por uma vez a Supertaça Cândido de Oliveira e ainda escreveu o seu nome na conquista da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1986/87.
Em Abril de 1987 rescindiu o contrato que o ligava ao F.C. Porto e volta ao Brasil e ao America F.C. Em 1988/89 regressa a Portugal e à cidade do Porto mas desta vez para representar o Boavista F.C., ficando apenas uma temporada no emblema do Bessa já que voltou ao Brasil onde representou o Campo Grande A.C., Fluminense F.C., Fortaleza E.C., Ceara S.C. e Nacional F.C., onde terminou a sua carreira no ano de 1996.

Palmarés
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
1 Campeonato Nacional 1ª Divisão (Portugal)
1 Supertaça Cândido de Oliveira