31 de outubro de 2016

Américo Boavida

Américo Boavida (irmão de Diógenes Boavida), foi um jogador angolano que na década de quarenta, passou pelo Futebol Clube do Porto.
No inicio da época de 1945/46 ingressou nos Dragões, tendo-se estreado no ultimo jogo do Campeonato Nacional no dia 16 de Maio de 1946, quando os portistas receberam e bateram no Estádio do Lima o U.D. Oliveirense por 4-1 e onde Américo Boavida apontou um dos quatro golos da vitória. Porem nessa temporada não efectuou mais nenhum jogo.
Na temporada seguinte já passou a ser mais utilizado e fez 12 jogos (11 para o Campeonato Nacional e 1 para o Campeonato do Porto). No dia 15 de Junho de 1947, na partida da 13ª jornada do Campeonato Nacional, os portistas receberam no Estádio do Lima o V. Setúbal, a vitória acabou nas mãos dos azuis e brancos que bateram os sadinos por 5-0 com Américo Boavida a ser o autor de todos os golos da partida, curiosamente um terço dos golos que marcou no campeonato aconteceram nesse jogo.
Ainda contribuiu para a conquista do Campeonato do Porto da temporada de 1946/47.
Logo depois deixou os portistas e pouco mais tarde dedicou-se aos estudos de medicina, tendo-se formado médico famoso em Angola.

Palmarés
1 Campeonato do Porto

17 de outubro de 2016

Gastão Nazaré

Gastão Nazaré Almeida, nasceu em Angola.
Esteve vários anos no Barreiro onde jogou durante algum tempo no G.D. CUF, tendo despertado a cobiça dos grandes clubes de Lisboa, mas Gastão Nazaré tinha um desejo que era jogar no Futebol Clube do Porto e no inicio da temporada de 1947/48 realizou o seu desejo ao ingressar nos Dragões.
Vestiu a camisola azul e branca por três épocas tendo sido utilizado em 61 jogos e apontado 5 golos.
A estreia ao serviço do F.C. Porto foi no dia 16 de Novembro de 1947 no jogo da 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1947/48, disputado no Campo da Constituição, onde os portistas receberam e venceram os alentejanos do Elvas C.A.D. por 4-0.
Ajudou a conquistar a Taça Associação de Futebol do Porto de 1947/48 com os portistas a vencerem na final o Boavista F.C. por 3-1.
Apesar de ter marcado presença em muitos jogos oficiais, Gastão Nazaré esteve também em algumas partidas de carácter particular mas que ficaram na história do F.C. Porto. Em Outubro de 1947 os portistas foram a Espanha vencer o campeão Valência C.F. no seu próprio estádio por 1-0. Em Maio de 1948 foram os londrinos do Arsenal F.C. a saírem derrotados por 3-2 do Estádio do Lima, a equipa inglesa era na altura considerada a melhor equipa do mundo e tinha mesmo vencido todos os jogos que tinha disputado em Lisboa, dias antes da partida contra o F.C. Porto. Já no ano de 1949 foram as vitórias sobre o Viena Áustria por 3-0 no Campo da Constituição e sobre o R.C. Deportivo Coruña por 3-1 no Estádio do Lima. Ainda em 1949, no verão, os Dragões foram a Angola para uma digressão onde disputaram dez partidas tendo saído vencedores de todas elas e onde foram presenteados com o Troféu Salvador Correia de Sá.
No final da temporada de 1949/50 Gastão Nazaré deixou o F.C. Porto.

Palmarés
1 Taça Associação de Futebol do Porto

10 de outubro de 2016

Montaño

Elio Ruben Montaño nasceu no dia 29 de Agosto de 1932 em Santa Fé, Argentina.
Começou por jogar futebol em pequenos clubes da sua terra, até que em 1949 integrou o plantel principal do C.A. Newell´s Old Boys, ficando no clube da cidade de Rosário até 1951. No ano seguinte rumou a Buenos Aires para ingressar no C.A. Boca Juniors, ficando por dois anos no emblema xeneize. Em 1954 transferiu-se para o C.A. Huracán, onde jogou durante seis anos.
No início da época de 1959/60 chegou ao Futebol Clube do Porto.
Estreou-se pelos Dragões no dia 15 de Novembro de 1959, na partida da 8ª jornada do Campeonato Nacional quando os portistas foram ao Alentejo vencer o Lusitano Ginásio Clube de Évora por 3-0.
Ao serviço do F.C. Porto, Montaño esteve duas temporadas. Disputou 24 jogos e marcou 8 golos. Conquistou por duas vezes a Taça Associação de Futebol do Porto.
Em 1961 o seu destino foi o Uruguai para vestir a camisola do C.A. Peñarol. Ainda em 1961 regressou à Argentina onde foi defender as cores do C.A. Los Andes e em 1962 transferiu-se para o C.A. Rosario Central. Na temporada de 1962/63 voltou a Portugal para integrar a equipa do Sporting C.P. deixando o clube leonino no final dessa mesma temporada.

Palmarés
2 Taças Associação de Futebol do Porto