19 de dezembro de 2016

Barroso

José Alberto da Mota Barroso nasceu no dia 26 de Agosto de 1970 em Braga.
Foi no pequeno clube da cidade de Braga, o C.D. Maximinense, que Barroso se estreou como futebolista sénior, na temporada de 1989/90. Na temporada seguinte foi contratado pelo S.C. Braga onde esteve durante cinco épocas, pelo meio teve uma passagem pelo Rio Ave F.C. em 1992/93.
As exibições ao serviço dos minhotos começaram a despertar o interesse e a cobiça dos melhores clubes nacionais e acabou por ser sem surpresa que no início da época de 1996/97, Barroso ingressou no Futebol Clube do Porto.
A estreia pelos Dragões teve lugar no Estádio das Antas no dia 18 de Agosto de 1996, quando o F.C. Porto recebeu e venceu o S.L. Benfica por 1-0 no jogo da 1ª mão da Supertaça Cândido de Oliveira. Um troféu que os portistas viriam a conquistar um mês mais tarde ao voltar a vencer os lisboetas no seu estádio por 5-0.
Barroso esteve ao serviço do F.C. Porto durante duas temporadas, tendo disputado 57 partidas e apontado 6 golos. Sagrou-se por duas vezes Campeão Nacional, conquistou por uma vez a Taça de Portugal e venceu uma Supertaça Cândido de Oliveira.
Em 1998/99 transferiu-se para a Académica de Coimbra e na temporada seguinte regressou ao S.C. Braga onde esteve mais seis épocas e onde terminou a carreira de futebolista no final da época de 2004/05.
Mais tarde dedicou-se a treinador, tendo iniciado a carreira nos juniores do S.C. Braga, depois orientou equipas de menor dimensão com a curiosidade de serem todas pertencentes à A.F. Braga.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
1 Supertaça Cândido de Oliveira

5 de dezembro de 2016

Constantino Encarnação

Constantino Encarnação foi um dos primeiros futebolistas a representar o Futebol Clube do Porto.
Foi em 1913 que pela primeira vez vestiu a camisola azul e branca. Ao longo das três temporadas em que esteve ao serviço do F.C. Porto, contribuiu para muitas vitórias e ajudou o clube a conquistar os primeiros troféus da sua história.
Sagrou-se Campeão do Porto em 1914/15 e 1915/16 e ajudou a vencer a Taça Associação de Futebol do Porto de 1915/16.
Constantino Encarnação contribuiu também para a vitória da Taça José Monteiro da Costa, troféu que os Dragões levaram em definitivo para a vitrina do Campo da Rainha em 1916.

Palmarés
2 Campeonatos do Porto
1 Taça Associação de Futebol do Porto