24 de agosto de 2008

Jaburu


Jorge de Sousa Mattos (Jaburu), nasceu no dia 19 de Abril de 1933 no Rio de Janeiro.
No Brasil representou o Olaria A.C., Fluminense F.C. e o América F.C.
Ingressou no Futebol Clube do Porto na época de 1955/56 onde encontrou Dorival Yustrich como treinador. Fez a sua estreia no dia 25 de Setembro de 1955 no estádio das Antas onde o F.C. Porto defrontou o C.F. Belenenses, o jogo terminou empatado 1-1.
Nessa temporada, Jaburu formou a dupla do ataque portista com António Teixeira, e dos 77 golos marcados pelos Dragões 21 foram de sua autoria. No final do campeonato o F.C. Porto sagrou-se Campeão Nacional. Os portistas venceram também a Taça de Portugal ao vencerem na final o S.C. União Torreense por 2-0.
Na temporada de 1956/57 apenas conquistou a Taça Associação de Futebol do Porto.
Em 1957/58 voltou a repetir a vitória na Taça de Portugal, com o F.C. Porto a vencer o S.L. Benfica por 1-0 na final disputada na Estádio do Jamor e também na Taça Associação de Futebol do Porto.
Na época de 1958/59 rumou a Espanha para jogar pelo R.C. Celta de Vigo onde foi vítima de uma doença grave. Regressou a Portugal na temporada seguinte onde teve uma passagem pelo Leixões S.C. tendo voltado a conquistar a Taça de Portugal da temporada de 1960/61. No final da época de 1962/63 deixou o clube de Matosinhos e voltou ao Brasil onde acabaria por falecer.

Palmarés
1 Campeonato Nacional da 1ª Divisão (Portugal)
3 Taça de Portugal
2 Taça Associação de Futebol do Porto

16 comentários:

dragao vila pouca disse...

É complicado comentar sobre um jogador que não conheci, mas segundo me disseram, era fabuloso.
Disseram-me também que tinha um defeito: gostava de farras e de beber uns copos.
Um abraço

AZUL DRAGÃO disse...

Tal e qual , amigo Vila Pouca !

NENA disse...

Meu nome é Maria Manoela Gioseffi Mattos sou filha do Jaburu tenho 50 anos, nasci no Porto na cidade de Campanhá.Sei tudo sobre ele mais contado pela minha mãe que vive em Valença RJ. Foi o melhor jogador da época dele só não teve juízo, morrendo realmente na miséria como muitos jogadores da época dele.Fico feliz por saber que tem gente que conheceu a estória dele.

verissimo disse...

Conheci o Jaburu quando ele jogava no Leixões.Tinha eu cerca de 7 ou 8 anos.Gostava muito dele, era muito simpático e divertido,jogava à bola connosco.Andava sempre com uma flauta e como eu me chamo Mário ele tocava aquela canção Marini Marini.Enfim tempo passado.Pelo que sei, acabou mal, mas não merecia.Em que ano é que ele morreu?Adeus

Augusto disse...

Penso ter visto ,cerca da década de 60, jogar o Jaburu no Riopele,clube da Associação de Braga.
Equipa de Pousada de Saramagos (Vila Nova de Famalicão) e representava a Riopele, fábrica textil de grande expressão à época. Esse jogo foi com o Clube Caçadores das Taipas para os campeonatos regionais da Associação Futebol de Braga. Foi um grande,enorme jogador,segundo me disseram,eu era então muito jovem. Famoso como jogador,mas falava-se tambem da pouca sorte que o acompanhou e da parca atenção do modo como vivia.Paz á sua alma. Augusto

ANGEL disse...

angel
eu morei na mesma rua que morava a mae e o irmao de jaburu, vi ele jogar no brasil novo mesmo depois de beber muito, ja estava bem mau de saude, e uma pena eu nao me lembro quando ele morreu mais eu era garoto e vi ele se acabar, e muito triste a bebida mata.

Anónimo disse...

Juarez

Sou brasileiro, lembro-me quando era pequenino vê-lo perambulando pelas ruas de Madureira, bairro onde eu morava no Rio de Janeiro, ou seja, o infeliz jogador virou mendigo.

Paulo Moreira disse...

Ao Guilherme que deixou ontem aqui um comentário sobre o Jaburu, peço-lhe se pode voltar a repetir o comentário já que por engano eliminei o que tinha feito.

Haroldo Esteves disse...

Morador de madureira(subúrbio da cidade do Rio de Janeiro) conheci JUBURU andarilho pelas ruas do bairro. porém respeitado pelo seu passado no futebol. lamentavelmente mais um que acabou de forma trágica ou seja na mendicânciao que era dócil e respeitoso na comunidade e como hoje seria seus 80 anos de vida fica aqui minha homenagem DESCANSE EM PAZ JABURU
HAROLDO ESTEVES

Haroldo Esteves disse...

Morador de madureira(subúrbio da cidade do Rio de Janeiro) conheci JUBURU andarilho pelas ruas do bairro. porém respeitado pelo seu passado no futebol. lamentavelmente mais um que acabou de forma trágica ou seja na mendicânciao que era dócil e respeitoso na comunidade e como hoje seria seus 80 anos de vida fica aqui minha homenagem DESCANSE EM PAZ JABURU
HAROLDO ESTEVES

Anónimo disse...

Sou Portugues...lembro-me de ver o Jaburu jogar no Estadio das Antas(Porto)tinha eu 7 anos de idade. Grande jogador e um idolo meu e de meu pai. Que ambos descansem em paz

António Joaquim disse...

Recordo-me do grande jogador que foi Jaburu. Quando chegou ao FCPorto eu tinha 10 anos. Inicialmente morou na casa dos jogadores do FCPorto, na Praça da Flores, hoje, Praça Teotóneo Pereira. Depois de a esposa vir do Brasil, era uma senhora loira muito bonita e mais baixinha que o Jaburu. O que o fez perder toda a credibilidade foi as noitadas e o bagaço, bebida preferida dele. Jaburu ficará para sempre na história do FCPorto assim como o fabuloso treinador que o treinou Yustrich, também brasileiro.

Anónimo disse...

Jaburu era meu tio não conhece mais meu pai que era irmão dele Ari e minha mãe me contava muito suas histórias.

Priscilla Rocha disse...

Sou sobrinha dele filha do irmão dele Ari meu pai contava muitas histórias do meu tio

Pedro disse...

Olá Priscilla Rocha. O meu nome é Pedro Cunha e estou a fazer um matéria sobre o seu tio Jaburu. Gostaria de falar com elementos da sua família. Se puder me contate para o meu email: pcunha@mediacapital.pt
Muito obrigado, cumprimentos de Portugal

Pedro disse...

Olá Priscilla Rocha. O meu nome é Pedro Cunha e estou a fazer um matéria sobre o seu tio Jaburu. Gostaria de falar com elementos da sua família. Se puder me contate para o meu email: pcunha@mediacapital.pt
Muito obrigado, cumprimentos de Portugal