8 de fevereiro de 2016

Co Adriaanse

Jacobus Adriaanse nasceu no dia 21 de Setembro de 1947 em Amesterdão na Holanda.
Nos seus tempos de juventude jogou futebol em clubes de menor dimensão de Amesterdão, até que em 1964 estreia-se a nível profissional no A.S.C. de Volewijckers, Jogando a defesa central, ficou no pequeno clube da capital holandesa durante seis temporadas. Em 1970/71 transferiu-se para o F.C. Utrecht tendo jogado outras seis épocas no clube do centro da Holanda.
Em 1984/85 estreou-se como treinador ao assumir o comando técnico do F.C. Zwolle, onde esteve por quatro épocas. Em 1988/89 muda-se para o ADO Den Haag, de onde saiu em 1992 para orientar a equipa B do F.C. Ajax. Ao fim de seis anos volta a mudar de ares, com a passagem para o Willem II, no emblema de Tilburg permaneceu três temporadas e em 2000/01 regressa ao F.C. Ajax mas desta vez para ser treinador da equipa principal. Na temporada seguinte leva o clube de Amesterdão ao título de Campeão mas abandona o clube no fim dessa temporada para se transferir para o AZ Alkmaar onde esteve durante três épocas.
Em 2005/06 chega ao Futebol Clube do Porto.
Com um estilo disciplinador e ideias muito próprias começa por mudar a filosofia do jogo e passa a utilizar três defesas a partir do meio da temporada em diante. Os resultados acabam por lhe dar razão já que vence o Campeonato Nacional e também a Taça de Portugal, com uma vitória sobre o V. Setúbal por 1-0 na Final realizada no Estádio do Jamor a 14 de Maio de 2006.
Na temporada seguinte começou por orientar a equipa na pré-temporada mas deixou o clube a poucos dias do arranque oficial da época.
Em Dezembro de 2006 ingressa nos ucranianos do F.K. Metalurh Donetsk. Na época de 2007/08 viaja até ao Catar para ser o treinador do Al-Sadd S.C. Na temporada seguinte muda-se para a Áustria onde veio a assumir o comando do F.C. Red Bull Salzburg levando os austríacos à vitória no campeonato austríaco. Em 2009/10 regressa ao Catar para orientar a Selecção Sub-23 durante duas épocas. Já em 2011/12 volta à Holanda para ser o treinador do F.C. Twente, vencendo a Johan Cruijff Schaal (Supertaça holandesa) dessa temporada. Em Janeiro de 2012 é afastado do comando técnico e deixa o futebol, até que em Maio de 2014 aceita o convite do presidente do F.C. Utrecht para assumir o cargo de assessor técnico.

Palmarés
1 Campeonato Nacional 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
1 Campeonato da Holanda
1 Campeonato da Áustria
1 Supertaça da Holanda

2 comentários:

Anónimo disse...

Grande Treinador.

Grande Disciplinador.

Tanto jeito que nos fazia hoje...

Anónimo disse...

X 2. Grande treinador.

Para memoria futura, fica o deleite de ver essas pseudo equipas que vi nham e continuam a vir ao dragao para o ferrolho, levarem na fuca.

è que para este senhor bastavam 3 ca atrás, sendo um deles o pepe( que valia por 3 )

Com este sim, as equipas que visitavam o dragao depois de afinado o sistema ja entravam a perder...