13 de fevereiro de 2012

José Maria


José Maria Luz Matos nasceu no dia 15 de Janeiro de 1930 em Vila Nova de Gaia.
Na temporada de 1949/50 estreou-se com a camisola principal do Futebol Clube do Porto. 
Esteve ao serviço dos Dragões durante oito épocas, onde apontou 78 golos, tendo conquistado um Campeonato Nacional,  uma Taça de Portugal e uma Taça Associação de Futebol do Porto em 1955/56.
Foi um dos titulares da equipa portista que pela primeira vez na história do F.C. Porto participou nas competições europeias. José Maria foi o autor do primeiro golo dos portistas em provas da UEFA, quando o Athletic Club Bilbao visitou o Estádio das Antas no dia 20 de Setembro de 1956.
Na temporada de 1957/58 transferiu-se para o S.L. Benfica. O melhor que conseguiu ao serviço do clube de Lisboa foi a presença em mais uma Final da Taça de Portugal, onde viu o seu anterior clube conquistar mais um troféu.
Na temporada seguinte ingressou no S.C. Braga. Disputou dois campeonatos e provavelmente terminou a carreira no final da época de 1959/60.

Palmarés
1 Campeonato Nacional 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
1 Taça Associação de Futebol do Porto

5 comentários:

dragao vila pouca disse...

Esta cara não me é estranha e como não o vi jogar, só pode ser de o ver nos jogos do F.C.Porto.
Tem um currículo muito interessante...ao serviço do Dragão...

Abraço

Anónimo disse...

Há poucos meses vimo-lo no Dragão Caixa, na companhia do filho a ver o andebol do fcp; "questionamos" alguns... "notáveis portistas" presentes nas imediações (ex.: um
"famoso" que anda de corneta, e um outro qe anda a colher assinaturas
para uma recandidatura...). Não o reconheceram...

Armando Pinto disse...

Não era do meu tempo, este Zé Maria, naturalmente, mas recordo-me de ouvir falar dele como um que se passou para o lado dos outros... pois tinha-se deixado tentar quando se transferiu para o Benfica. Depois que comecei a documentar-me sobre a História do FCP já o fiquei a conhecer - pois todos os que vestiram e vestem a camisola portista, tenha-os visto ou não a jogar, são pessoas às quais me sinto ligado...

Dragão Maronês disse...

Eu lembro-me de Zé Maria jogar no F.C.Porto, mas nunca o vi jogar porque na aldeia transmontana onde vivia, a cidade do Porto e o Estádio das Antas eram lugares para lá do fim do mundo. Mas "conheci-o" através dos relatos radiofónicos do Anibal Barroso que nos chegavam através de 2 ou 3 aparelhos que lá havia e à volta dos quais se reunia a "canalha" como se dizia na terra, para seguir os jogos do Porto. Foi assim que fiquei a conhecer o Virgilio, o Pinho, o Acurcio, o Miguel Arcanjo, o Perdigão,o Hernani e tantos outros. Foi também por este meio que fiquei a conhecer um tal Calabote que me provocou a primeira aflição de que me lembro.
Fiquei a detestar este Zé Maria quando ele se passou para o Benfica. É que para mim, nesse tempo, jogador do Porto não podia ir para o Benfica.

Siul Sadlac disse...

Fez Serviço Militar comigo no Regimento de Engenharia 2 em Arca d'Água no Porto, classe de 1951. Luís Caldas Nogueira