19 de junho de 2011

Quim


Joaquim Carvalho de Azevedo (Quim), nasceu no dia 23 de Agosto de 1959 em Vila do Conde.
Fez toda a sua formação futebolística nas camadas jovens do Rio Ave F.C. e na temporada de 1977/78 teve a sua estreia como sénior. Representou o clube da sua terra até ao final da época de 1983/84.
Em 1984/85 transferiu-se para o Futebol Clube do Porto. 
Vestiu a camisola azul e branca dos Dragões durante cinco temporadas e onde venceu praticamente tudo o que havia para vencer. Desde Campeonato Nacional, Taça de Portugal, Supertaça Cândido de Oliveira. Mais saborosas foram as vitórias da Taça Intercontinental, Supertaça Europeia, com a Taça dos Clubes Campeões Europeus no topo depois de vencido o F.C. Bayern de Munique em Viena.
A temporada de 1988/89 foi a ultima que passou nas Antas e na época seguinte ingressou no F.C. Tirsense. Em 1990/91 viajou para o sul do país para representar os algarvios do S.C. Farense durante duas temporadas. Depois voltou a Vila do Conde e ao Rio Ave F.C. para jogar mais duas épocas até terminar a carreira em 1993/94.
Em 1997/98 deu inicia à carreira de treinador ao assumir o comando técnico do A.D. Esposende. Teve passagens por Canelas Gaia F.C., S.C. Vila Real, F.C. Pampilhosa e C.U. Micaelense que foi o ultimo clube que orientou na temporada de 2006/07.

Palmarés
1 Taça Clubes Campeões Europeus
1 Taça Intercontinental
1 Supertaça Europeia
4 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
2 Supertaças Cândido de Oliveira

3 comentários:

Miguel Lima (penta1975) disse...

caríssimas(os),

por diversos motivos, o Tomo I dará origem ao (novel) Tomo II.

peço-te o especial favor de actualizares a tua lista de blogues, quando puderes ;)
gracias


«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

Miguel | Tomo II

spms disse...

ainda hoje tive prazer cumprimentar e grande jogador da decada 80 limpamos tudo esta equipa hoje valia milhoes e uma pessoa muito simples e simpatica um grande abraço de adpeto QUIM

Anónimo disse...

O Quim era daqueles jogadores que jogavam de boca aberta ou a trincar a língua. Foi muito importante nas competições europeias, um autêntico guerreiro. Este é o tipo de jogadores que infelizmente já não cabe num plantel do Porto não sei bem porquê.

RS