5 de junho de 2011

Fernando Perdigão

Fernando Julio Perdigão nasceu no dia 11 de Novembro de 1932 em Lourenço Marques, Moçambique.
Começou a sua carreira desportiva no clube da sua terra, o Clube Desportivo de Lourenço Marques.
No início da temporada de 1952/53 chegou ao Futebol Clube do Porto.
Além de um excelente futebolista, Fernando Perdigão era também praticante de atletismo, nesta ultima modalidade e ainda júnior, foi recordista de saltos em altura e Campeão Nacional já na categoria de sénior.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 22 de Abril de 1953 no Estádio Municipal de Coimbra onde o F.C. Porto empatou 1-1 com a Académica, numa partida a contar para a 21ª jornada do Campeonato Nacional da época de 1952/53.
Representou o F.C. Porto durante onze temporadas tendo-se sagrado Campeão Nacional em 1955/56 e 1958/59. Conquistou também por duas vezes a Taça de Portugal nas épocas de 1955/56 e 1957/58.
Venceu também a Taça Associação de Futebol do Porto por seis vezes (1956/57, 1957/58, 1959/60, 1960/61, 1961/62 e 1962/63).
Foi um dos títulares da equipa portista que participou pela primeira vez nas competições europeias ao defrontar o Athletic Club Bilbao, num jogo a contar para a 1ª eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus na época de 1956/57.
Perdigão representou a Selecção Nacional de futebol numa altura em que eram raros os jogadores do F.C. Porto a terem essa honra.
No final da década de 60 regressou a Moçambique e ao C.D. Lourenço Marques no qual ainda jogou mais alguns anos, terminou a sua carreira de jogador-treinador no Clube Desportivo Indu-Português.
Voltou mais tarde para Portugal, foi viver para a cidade de Aveiro onde faleceu no dia 16 de Fevereiro de 2007.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
2 Taças de Portugal
6 Taças Associação de Futebol do Porto

4 comentários:

dragao vila pouca disse...

Nunca vi jogar, mas daqueles tempos, dois nomes me ficavam sempre, nas conversas que tinha com os mais velhos: Hernâni e Perdigão. Não sei porquê...

Um abraço

Armando Pinto disse...

Um futebolista que já não chegei a ver jogar, naturalmente, mas de quem muito ouvia falar na minha meninice, como um virtuso da bola.

Nuno disse...

Que trabalho o vosso gente! :) excelente mesmo!

SOMOS PORTO! :D

Pedro Múrias disse...

O senhor Fernando Perdigão foi vizinho dos meus avós e era por eles descrito como um Gentleman, com uma postura simples e anti vedeta. As pessoas mais idosas com quem falo falam com saudades deste senhor como um jogador de técnica refinada, cerebral e um virtuoso na Arte do Futebol. Parabéns pelo excelente trabalho deste blog.