23 de maio de 2010

Gabriel


Gabriel Azevedo Mendes nasceu no dia 30 de Maio de 1954 em Miragaia no Porto.
Estreou-se na equipa principal do Futebol Clube do Porto na temporada de 1974/75. Esteve ao serviço dos Dragões durante nove épocas onde foi sempre (á excepção do ultimo ano), o dono do sector direito da defesa portista.
Conquistou a Taça de Portugal em 1976/77 e sagrou-se Bi-Campeão Nacional em 1977/78 – 1978/79. Ainda venceu mais duas Supertaças Cândido de Oliveira.
Em 1980/81 conquistou a Taça Associação de Futebol do Porto.
Na época de 1982/83 perdeu a titularidade para o jovem João Pinto e apenas realizou 8 jogos. No final dessa temporada optou por sair do F.C. Porto para jogar no Sporting C.P., clube que representou por quatro épocas, no entanto sem nunca conhecer o sucesso que viveu nas Antas, tendo apenas vencido uma Taça Associação de Futebol de Lisboa, em 1984/85.
Em 1987/88 transferiu-se para o S.C. Covilhã. Disputou nove partidas e no final do campeonato colocou um ponto final na carreira.
Gabriel vestiu também a camisola da Selecção Nacional por 20 vezes.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
2 Supertaças Cândido de Oliveira
1 Taça Associação de Futebol do Porto
1 Taça Associação de Futebol de Lisboa

5 comentários:

Drakonyaz disse...

GABRIEL Azevedo Mendes, nasceu em Miragaia a 30-05-1954.

Carreira de futebolista: FC PORTO (Jovens) (69-73) - Sp. Espinho (73-74) - FC PORTO (74-83) - Sporting (83-87) - Sp. Covilhã (87-88)

249 jogos oficiais pelos séniores do FC PORTO, 6 golos

20 Internacionalizações AA
01 Internacionalização BB
02 Internacionalizações Olimpicos

Silvestre disse...

Grande lateral direito, num vai vem constante de área a área, fantastico e com um pulmão para o jogo todo. O antecessor de João Pinto e o primeiro lateral que conheci com tanta propensão ofensiva. Defendeu as nossas cores com tudo o que tinha e inesquecível a final da Taça de 77/78 em que despiu a camisola naquela vergonhosa arbitragem na final com o Sporting. Parabéns ao Gabriel e obrigado por tudo o que deu ao FCP.

dragao vila pouca disse...

Polivalente, no tempo de Aimoré Moreira chegou a jogar a central, Gabriel era o excelente jogador, um jogador criado no Porto. Foi importante no fim da travessia do deserto e no lançamento do F.C.Porto como um grande clube europeu. Na parte final da sua carreira, deixou de ser titular, Pedroto não lhe perdoou alguns comportamentos, tendo saído para o Sporting, utilizando um estratagema que era possível na altura: falta de condições psicológicas para continuar de azul e branco. Levou com ele Romeu.

Um abraço

Anónimo disse...

Foi hoje a enterrar o seu irmão JOSÉ MENDES (antigo lateral direito do SC Braga nos anos 70/80).

Taxista como ele...

Familia de futebolistas; já o pai de ambos tinha sido um bom jogador do Salgueiros nos anos 50/60, de nome... MENDES.

Mil893 disse...

Grande Gabi ...
Hoje,taxista nas ruas da nossa muy
nobre e leal ...
Bem haja Gabriel Mendes !!!