9 de abril de 2012

Armando


Armando Pereira da Silva nasceu no dia 11 de Outubro de 1938 no Porto.
Depois de ter passado pelas escolas do Futebol Clube do Porto, Armando estreou-se na equipa principal portista na temporada de 1957/58. Logo nessa época esteve presente (como guarda-redes suplente), na Final da Taça de Portugal em que o F.C. Porto venceu o S.L. Benfica por 1-0.
Armando representou os Dragões nas duas temporadas seguintes tendo vencido por duas vezes a Taça Associação de Futebol do Porto, mas no final do campeonato de 1959/60 deixou as Antas para cumprir o serviço militar e ingressou no Gil Vicente F.C.
Foi depois obrigado a seguir para a guerra colonial em Angola onde representou o Ferroviário de Malange.
No regresso a Portugal, vestiu a camisola do S.C. Salgueiros em 1963/64.
Na temporada seguinte transferiu-se para o S.C. Braga tendo-se mantido na cidade dos arcebispos por cinco temporadas e onde venceu a sua segunda Taça de Portugal em 1965/66, tendo sido titular na vitória sobre o V. Setúbal.
Em 1970/71, Armando regressou ao F.C. Porto para defender a baliza portista e substituir o antigo guardião Américo. Manteve-se nas Antas até ao final da temporada de 1972/73, altura em que já não era titular.
Na época de 1973/74, voltou ao S.C. Braga onde jogou durante duas temporadas para depois terminar a carreira no final de 1974/75.
Armando representou ainda a Selecção Nacional Militar, a Selecção B Nacional e a Selecção A onde foi suplente em cinco partidas.
Mais tarde passou a assumir o cargo de treinador em equipas de menor dimensão.
Foi premiado pela Federação Portuguesa de Futebol com a Medalha de Comportamento Exemplar por nunca lhe ter sido aplicado nenhum castigo.

Palmarés
2 Taças de Portugal
2 Taças Associação de Futebol do Porto

Fonte: longara.blogspot.pt

6 comentários:

Armando Pinto disse...

Uma justa homenagem a este grande atleta e Portista.
Nesta interessante resenha biográfica está, porém, um pequeno lapso, involuntário naturalmente, que é a sua naturalidade. Armando Silva nasceu no Porto e reside actualmente em Braga, onde ficou a habitar no local do último clube que representou, ao acabar a sua carreira desportiva. Apesar de problemas de saúde, que o têm afectado, contudo mantendo-se muito lúcido e entusiasmado, esteve presente a assistir ao último Porto--Braga, no estádio do Dragão, do que temos conhecimento.

Paulo Moreira disse...

O lapso da sua naturalidade já está corrigido.
Obrigado pelo reparo.

Hersilia Oliveira disse...

Boa tarde.
Fico muito satisfeita por esta homenagem a um atleta que, como diz o autor, foi galardoado com uma medalha de mérito desportivo, por, em 319 jogos oficiais, nunca ter sido admoestado com um único cartão amarelo.
O meu pai tem 72 anos, vive comigo em Braga (cidade que me acolheu aos 8 anos)e embora debilitado, desde há 15 anos, por uma doença neuro-degenerativa (doença de Parkinson) mantém-se muito activo e sempre "portista".
Um abraço!!!

Anónimo disse...

Uma referência à foto publicada:

Lembramo-nos de a ver afixada na "Foto Sport" (hoje Oculista Adão) na Rua Santa Catarina, propriedade do ex-internacional
de óquei campo, o falecido Mário Capitão.

A exemplo de outras (fotos), de futebolistas do nosso Clube, que nos habituamos a ver afixadas na vitrine durante três décadas (50, 60 e 70).

Lembram-se os portistas?

dragao vila pouca disse...

Vi o Armando jogar e conheci-o pessoalmente, quando ele andava por Ramalde do Meio, eu jogava no Ginásio da Ponte e a sede era na casa do ex-jogador do Salgueiros, Gabriel - finais dos anos 70, início dos anos 80.

Abraço

Anónimo disse...

Recordo uma grande exibição em Barcelona (substituiria o Rui
por lesão deste e em que até
era aniversariante) garantindo a vitória.

Salvo erro foi em 1972/73 numa eliminatória em que o FC Porto venceu os dois jogos:

- Nas Antas por 3-1 (golos de Flávio -2- e Abel); e em Barcelona 1-0 (golo de Abel).

O Treinador era o já falecido Fernando Riera.

Grandes jogadores... Rui, Armando, Rolando, Pavão, Nóbrega, Flávio, Abel, Lemos, etc., etc., etc.