26 de agosto de 2013

Armando Manhiça

Armando António dos Santos Manhiça, nasceu no dia 12 de Abril de 1943 em Lourenço Marques, actual Maputo; Moçambique.
Começou a jogar à bola no Académica de Chamanculo, tendo passado depois para o Sporting de Lourenço Marques.
No início da temporada de 1964/65, chegou a Portugal para vestir a camisola do Sporting C.P.
No clube de Alvalade jogou durante seis temporadas e conquistou dois campeonatos nacionais. Chegando, nesse periodo, à Selecção Nacional por duas ocasiões.
Em 1970/71 Transferiu-se para o Futebol Clube do Porto.
Nas Antas jogou durante três épocas.
Apesar de ter passado pelos Dragões numa altura em que os títulos sempre fugiram, Armando Manhiça ainda viveu alguns momentos altos, como numa tarde fria de invernia em Janeiro de 1971, quando o F.C. Porto esmagou o S.L. Benfica por 4-0. Com quatro golos de Lemos. Ou a 1ª eliminatória da Taça UEFA de 1972/73 em que os Dragões venceram por duas vezes o F.C. Barcelona por 3-1 nas Antas e 1-0 na Catalunha.
No ano de 1973 sofreu um acidente que o obrigou a colocar um ponto final na carreira de futebolista. Seguia de carro atrás de um pequeno camião quando se soltou uma peça que o viria a atingir. O F.C. Porto viria uns dias depois a realizar um jogo amigável em sua homenagem, com as receitas da partida a serem entregas em seu favor.
Mais tarde ainda se dedicou à carreira de treinador, tendo passado pelo comando técnico da Selecção de Guiné-Bissau.
Armando Manhiça faleceu no dia 12 de Setembro de 2009 depois de doença prolongada.
Era Membro Honorário da Casa do F.C. Porto de Maputo e do Núcleo Sportinguista de Moçambique.

4 comentários:

Armando Pinto disse...

Um grande defesa, que no Sporting, quando veio para Portugal e nos anos de estadia em Lisboa, era apenas conhecido por Armando. Tal como, por exemplo, se pode ver no livro que lhe foi dedicado na coleção Ídolos do Desporto. Passou a ser conhecido por Manhiça quando veio para o F C Porto, para haver distinção, visto existir então outro Armando na equipa, o guarda-redes.
Há uma curiosidade, aqui confundida, quanto às internacionalizações, pois ele foi internacional quando jogava no Sporting, mas... não mais foi lembrado depois que passou a representar o F C Porto.
Era um elemento com que toda a gente simpatizava, entre os adeptos do F C Porto.

Armando Pinto disse...

No período em que Armando Manhiça jogou no F C Porto apenas foram internacionais Portistas, pela seleção, os José Rolando e Abel, e mesmo esses em poucos jogos, o Rolando nas suas últimas chamadas, 2 em 1971 e 1 em 1972 e o Abel na sua estreia com a chamada camisola das quinas em 1972, mais 3 restantes em 1973...

Paulo Moreira disse...

Caro Armando Pinto.
Obrigado pelo reparo que já foi corrigido.

Abraço

GR disse...

Sei que não é relevante, mas ainda assim foi corrigir. O referido acidente,não foi foi consequência de troncos que se soltaram, como é referido, mas sim de uma peça do camião que se soltou e foi embater no carro do jogador.