21 de julho de 2014

Nelo Barros

José Manuel Coelho de Barros nasceu no dia 24 de Novembro de 1927 em Fafe.
Avançado de grande qualidade, ingressou no Futebol Clube do Porto na temporada de 1950/51. Com a camisola dos Dragões jogou durante três temporadas e apesar de não ter festejado nenhum título, viveu grandes momentos. 
O primeiro no dia 14 de Janeiro de 1951 quando o F.C. Porto foi a Lisboa vencer o S.L. Benfica por 2-0, com os golos a serem apontados por Monteiro da Costa. Ainda nessa temporada mais uma grande vitória sobre outra equipa da capital, no caso o Sporting C.P. foi derrotado por 3-0 no campo da Constituição onde duas vedações não aguentaram a enchente de adeptos portistas a acabaram por cair, não havendo feridos graves. Na Taça de Portugal mais uma estrondosa goleada sobre o S.C. Olhanense por 11-0, numa partida a contar para os oitavos de final.
Outro grande momento vivido por Nelo Barros ao serviço do F.C. Porto foi no dia 28 de Maio de 1952 a quando da inauguração do Estádio das Antas.
No final da temporada de 1952/53 deixou os portistas. Foram três épocas onde alinhou em 31 partidas oficiais tendo apontado 15 golos.
Em 1953/54 ingressou na Associação Académica de Coimbra onde jogou durante mais três épocas. 

1 comentário:

Armando Pinto disse...

Nelo Barros é um nome pouco conhecido entre novas gerações de interessados pela história do F C Porto, confundindo-se por vezes com outro irmão, que também jogou no F C Porto, se a memória nos não atraiçoa. Deixou por fim o clube devido às causas académicas, que nesses tempos serviram para desviar diversos elementos. Depois de deixar de jogar chegou a ser treinador, pelo menos do Fafe e, ainda, do antigo e histórico Futebol Clube de Felgueiras, ao comando do qual subiu o clube azul-grenã da terra do pão de ló, da então 3ª à 2ª Divisão Distrital da A F Porto em 1964/65.