10 de novembro de 2014

Vieira Nunes

António Francisco Vieira Nunes nasceu no dia 1 de Julho de 1945 em Águas Santas, Maia.
Depois de ter passado pelos escalões de formação do Futebol Clube do Porto, estreou-se como sénior na temporada de 1964/65 ao serviço da Associação Académica de Coimbra.
No clube dos estudantes jogou durante cinco épocas, com o ponto alto a ser as duas finais da Taça de Portugal que conseguiu alcançar nas temporadas de 1966/67 e 1968/69, em ambas acabou por sair derrotado.
Em 1969/70 transferiu-se para o F.C. Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 7 de Setembro de 1969 no Estádio do Restelo quando os portistas empataram 1-1 com o C.F. Belenenses 1-1, num jogo a contar para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1969/70.
Esteve durante seis épocas nas Antas tendo disputado 95 jogos oficiais e onde apontou 1 golo, no jogo contra o Clube Oriental Lisboa a contar para a 2ª jornada do campeonato nacional de 1974/75 em que os portistas venceram por 2-1.
Mesmo não tendo vencido nenhum título pelos portistas, Vieira Nunes viveu grandes momentos enquanto jogador do F.C. Porto. Em Janeiro de 1970 esteve presente na inauguração do Estádio Cícero Pompeu de Toledo, que ficou conhecido como Morumbi, a casa do São Paulo F.C. no jogo da inauguração do recinto o F.C. Porto acabou por empatar 1-1 com a formação da casa que na época era a melhor equipa do Brasil. A 31 de Janeiro de 1971 não jogou mas viu o seu companheiro Lemos a marcar todos os golos que serviram para derrotar o S.L. Benfica por 4-0 no Estádio das Antas.
No final da temporada de 1974/75 deixou o F.C. Porto para se transferir para o S.C. Braga. Nos arsenalistas disputou apenas 9 partidas e na época de 1976/77 ingressou no S.C. Salgueiros tendo terminado a sua carreira no final dessa temporada.
Em 1979/80 estreou-se como treinador ao assumir o comando do S.C. Salgueiros. Ao longo da sua carreira, orientou vários clubes com o ultimo a ser o Pedrouços A.C. na temporada de 2002/03.

2 comentários:

dragao vila pouca disse...

Vieira Nunes, com quem tenho uma boa relação pessoal, nuca foi uma estrela, mas foi sempre alguém que dignificou a camisola do F.C.Porto. Um ou outro amuo, um ou outro mal entendido, não apaga nada do que foi dito.

Abraço

Pinto Felgueiras disse...

Lembro-me dele como um bom defesa, apenas que passou pelo F C Porto em tempo de ausências de conquistas, ainda. Antes, nos juniores e nas reservas do F C Porto foi muito prometedor e na Académica teve momentos de afirmação, contudo faltou-lhe um bocadinho de felicidade,mais...

Armando Pinto
Memória pORTISTA