26 de janeiro de 2015

Eduardo Vital

Eduardo Martins Vital nasceu no dia 14 de Dezembro de 1924 em Lisboa.
Começou por jogar futebol no Onze Unidos do Montijo até que em 1946/47 transferiu-se para o Atlético C.P. No clube da Alcântara Vital desde cedo foi um jogador em destaque principalmente pelos muitos golos que marcava, é ainda Vital que detém o recorde de jogador com mais golos marcados num só jogo com a camisola do Atlético C.P. quando marcou 6 golos na vitória dos alcantarenses sobre o Olhanense por 10-4.
Em 1948/49 transferiu-se para o Futebol Clube do Porto. Uma transferência que gerou muita polémica na altura e que originou um corte de relações entre os dois clubes.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 7 de Novembro de 1948 no Campo José Santos Pinto, na Covilhã, onde os portistas venceram o S.C. Covilhã por 2-1, numa partida a contar para a 8ª jornada do Campeonato Nacional da época de 1948/49.
Vital vestiu a camisola dos Dragões durante quatro temporadas. Actuou em 58 partidas e apontou 36 golos. Esteve ainda presente em algumas vitórias importantes, tanto em jogos oficiais como em partidas particulares, como aconteceu em Abril de 1949 quando os austríacos do F.K. Áustria Wien foram derrotados no Campo da constituição por 3-0, ou no dia 8 de Dezembro de 1949 em que o F.C. Porto venceu o R.C. Deportivo Coruña por 3-1 no Estádio do Lima.
Vital marcou também presença na Inauguração do Estádio das Antas e foi ele o autor dos dois golos dos portistas no primeiro jogo realizado no novo estádio.

4 comentários:

Pinto Felgueiras disse...

O autor do primeiro golo portista no estádio das Antas. Motivo que levou a que no átrio de acesso aos balneários, do antigo estádio das Antas, tivesse estado um quadro com sua fotografia, entre a galeria de notáveis - sabendo-se que ali estavam molduras com a cara de Pinga, o Maior durante muitos anos, Artur Augusto, o 1º internacional, Valdemar Mota, o 1º atleta olímpico do clube, etc. de um lado; e do outro o trofeu F C Porto e algumas outras fotos históricas. Mais tarde, a partir de 1978, acrescido de quadros dos campeões da era de Pedroto.
Vital passou depois a ser mais referido por ser pai do outro Vital, que foi campeão no F C Porto, em 1978/79.
Armando Pinto

Pinto Felgueiras disse...

... Também autor do golo 100 do F C Porto no Campeonato.
Armando Pinto

Ricardo Pereira disse...

Conheci este senhor nas Caldas, para onde foi viver...depois de sair de Braga....A sua mulher Luisa contava histórias dos seus tempos de jogador e do filho Chico Vital...Campeão no Porto (76/77 e 77/78) e no Benfica (80/81)..Que saudades de ouvir as suas hístórias

Ricardo Pereira disse...

Apenas para corrigir um erro meu...o seu filho Chico Vital foi Campeão no Porto na épocas 1977/78 e 1978/79....