21 de dezembro de 2008

Deco

Anderson Luiz de Sousa (Deco), nasceu no dia 27 de Agosto de 1977 em São Bernardo do Campo, município de São Paulo; Brasil.
Começou por se iniciar aos 9 anos de idade no Bonfim Recreativo e Social, depois passou pelo Guarani F.C., Nacional A.C., até que chegou ao S.C. Corinthians onde se estreou na equipa principal contra o Clube Atlético Mineiro. Rumou ao S.C. Corinthians Alagoano em 1997.
No inicío da temporada de 1997/98 chegou a Portugal para ingressar no S.L. Benfica mas acabou por seguir directamente para o Ribatejo onde foi jogar no F.C. Alverca, tornoando-se um dos melhores jogadores da equipa. Na temporada seguinte mudou-se para o S.C. Salgueiros, continuou com as boas exibições e foi só uma questão de tempo até dar o salto na carreira.
Em Março de 1999 chegou ao Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 10 de Abril de 1999 no Estádio das Antas, quando substituiu Chainho aos 45 minutos, no jogo da 27ª jornada contra o S.C. Braga que os portistas venceram por 1-0.
Logo nessa época, Deco sagrou-se Campeão Nacional pela primeira vez e teve o seu nome registado na história dos jogadores que ajudaram a vencer o Penta-Campeonato.
Na temporada seguinte venceu a Supertaça Cândido de Oliveira e conquistou a Taça de Portugal frente ao Sporting C.P. na finalíssima com uma vitória por 2-0 com Deco a marcar um grande golo de livre.
Na época de 2000/01 voltou a repetir o triunfo na Taça de Portugal, desta vez ao derrotar o Marítimo S.C. por 2-0.
Na temporada seguinte conquistou apenas a Supertaça Cândido de Oliveira ao derrotar o Boavista F.C. por 1-0 no Estádio dos Arcos.
Em 2002/03, Deco teve uma das suas melhores épocas e voltou a sagrar-se Campeão Nacional, venceu de novo a Taça de Portugal após vitória por 1-0 sobre o União de Leiria na final, e ganhou a Taça UEFA ao derrotar os escoceses do Celtic F.C. por 3-2, num jogo electrizante e debaixo de um calor abrasador.
A temporada seguinte voltou a ser recheada de vitórias que começou com nova vitória na Supertaça Cândido de Oliveira e mais um Campeonato Nacional ganho com total superioridade. Mas a maior conquista estava destinada para o ultimo jogo da temporada, a Final da Liga dos Campeões que o F.C. Porto venceu ao derrotar os franceses do A.S. Mónaco por 3-0 com Deco a marcar o segundo golo, o que seria o ultimo com a camisola dos Dragões.
No final dessa temporada deixou o F.C. Porto. Com a camisola azul e branca, Deco conquistou 11 Títulos, disputou 229 jogos oficiais e marcou 48 golos.
Em 2004/05 transferiu-se para o F.C. Barcelona. No clube da Catalunha esteve durante quatro temporadas e foi por duas vezes Campeão de Espanha, venceu a Supertaça de Espanha também por duas vezes e voltou a ganhar a Liga dos Campeões na época de 2005/06.
Na temporada de 2007/08 viajou para Inglaterra onde representou o Chelsea F.C.. Com a camisola dos Blues Deco venceu um Campeonato de Inglaterra, ganhou duas Taças de Inglaterra e conquistou uma Supertaça de Inglaterra.
Em Agosto de 2010 regressou ao Brasil para vestir a camisola do Fluminense F.C.. Ao serviço do clube do Rio de Janeiro, Deco conquistou por duas vezes o Campeonato do Brasil e um Campeonato Carioca.
No dia 26 de Agosto de 2013 anunciou o ponto final na sua rica carreira de futebolista.
Em 29 de Março de 2003, Deco estreou-se com a camisola da Selecção de Portugal, num jogo contra o Brasil no Estádio das Antas. Foi uma estreia que não poderia ter corrido melhor já que Deco foi o autor do golo da vitória com que Portugal derrotou a Selecção Canarinha.
Depois disso esteve presente nos Campeonatos da Europa de 2004 e de 2008 e esteve também nos Campeonato do Mundo de 2006 e 2010. Vestiu a camisola das Quinas por 32 vezes e marcou 2 golos.
No dia 25 de Julho de 2014 reuniu grande parte dos seus amigos com quem jogou no F.C. Porto e também do F.C. Barcelona para um jogo que serviu de despedida oficial dos relvados mas também de homenagem. O cenário foi o Estádio do Dragão que teve a lotação esgotada para a festa de Deco mas também para voltar a ver a equipa portista que venceu a Liga dos Campeões de 2004. Deco vestiu novamente a camisola dos dois clubes com que se sagrou Campeão da Europa e terminou o jogo a apontar um monumental golo e a ouvir o apoio dos adeptos.

Palmarés
2 Ligas dos Campeões
1 Taça UEFA
3 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
2 Campeonatos de Espanha
2 Campeonatos do Brasil
1 Campeonato de Inglaterra
1 Campeonato Carioca
3 Taças de Portugal
2 Taça de Inglaterra
3 Supertaças Cândido de Oliveira
2 Supertaças de Espanha
1 Supertaça de Inglaterra

7 comentários:

Anónimo disse...

só porque me "obrigaste" a comentar mesmo sem eu ter palavras pra definir o Deco. Foi mágico enquanto esteve no FCP :p

zoe

dragao vila pouca disse...

Deco a mais valiosa oferta de Vieira ao F.C.Porto.
Depois de duas épocas abaixo das suas possibilidades, por questões de ordem física que foi preciso resolver. o Mágico engatou para um futebol de outro planeta e foi pedra base no F.C.Porto que ganhou tudo a nível interno e externo.
Continua sempre que é solicitado a falar, a tecer rasgados elogios ao F.C.Porto, e é, claramente, um dos nossos.

RBN disse...

Caro amigo portista como eu.
A partir de hoje, 26 de fevereiro de 2012, podes actualizar o palmarés do Deco, que hoje foi o melhor em campo na decisão da Taça Guanabara(1ª volta do Campeonato Carioca), com uma actuação de gala e um golaço do meio da rua.

O meu clube, o Fluminense foi hoje campeão da Taça Guanabara muito por culpa de Deco, que aos 34 anos continua com a mesma classe e categoria, sendo o maestro da equipa.

Podes colocar no palmarés mais um título ao Mágico:

Campeão da Taça Guanabara.

Veja o que disseram as outras 2 estrelas da companhia, Fred(ex-Olimpique de Lyon) e Thiago Neves:


http://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/2012/02/novo-monstro-deco-e-ovacionado-por-thiago-neves-e-fred-apos-o-titulo.html

Abraço e 6ª feira vamos ao galinheiro pra ganhar(ou pelo menos sair de lá com igualdade pontual)!!!

RBN disse...

Caro amigo portista como eu, pelos vistos, conhecendo Deco como nós conhecemos, me parece que ainda vais ter muito o que escrever e actualizar nesta página sobre o Mágico:-)

Para complementar a actuação de gala de ontem, uma informação de deixar qualquer um boquiaberto.

Aos 34 anos, Deco para além do grande jogo que fêz, foi quem percorreu a maior distãncia entre todos os que disputaram a final, impressionando a todos.

Taí o link

http://globoesporte.globo.com/rj/futebol/campeonato-carioca/noticia/2012/02/folego-em-dia-veteranos-juninho-e-deco-correm-maior-distancia-em-final.html

Abraço e quando tiver mais novidades, mando em exclusivo a este excelente blog sobre os homens, famosos ou não, que definitivamente, honraram a camisola do FCP, e ajudaram com mais ou menos brilho a construir este clube vencedor dentro e fora de portas.

Anónimo disse...

Um dos melhores jogadores de sempre no Porto. De sempre. O Mágico. Deu-nos uma Champions e uma Uefa, ele em campo, Mourinho no banco, Pinto da Costa no cadeirão.

Avé Deco.

RBN disse...

Caro amigo, se quiseres, podes actualizar o palmarés de Deco, mais uma vez:-)

Deco acabou de se sagrar campeão carioca 2012 ( campeão do rio de janeiro ) pelo Fluminense e assim, soma mais um título na sua já rica carreira.

Nos 2 jogos da decisão deste ano contra o Botafogo, os placares foram 4 x 1 na 1ª mão e hoje 1 x 0 na 2ª mão, num total de 5 x 1 para o Fluminense.

Deco foi o melhor em campo no 1ª mão e hoje saiu aos 35 minutos sentindo uma lesão, mas ainda assim, enquanto esteve em campo, foi uma referencia.

Resumindo, Deco 3 títulos em 3 anos de Flu ao peito.Quem é rei nunca perde a majestade:-)

Abraço.

RBN disse...

Caro amigo portista como eu, esqueci-me de mencionar no último comentário que, para além do Mágico Deco ter actualizado o seu palmarés, se sagrando campeão carioca 2012 pelo Fluminense no último domingo, foi também eleito o melhor jogador do campeonato, o Craque do Cariocão.

Abraço e espero que o FC Porto e o Fluminense combinem uma data para o jogo de despedida de Deco em 2014, já que é ídolo tanto dos portistas como dos tricolores do Rio de Janeiro.